fbpx
Sahifa fully responsive WordPress News, Magazine, Newspaper, and blog ThemeForest one of the most versatile website themes in the world.
Catarata congênita: principal causa de cegueira infantil
23 de novembro de 2018
Mostrar Todos

Segundo o Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO), 80% dos portadores de glaucoma não apresentam sintomas. Esse é um dado alarmante visto que a doença não tem cura e é a segunda causa de cegueira no mundo, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS).

A maioria dos casos são diagnosticados já em fase avançada, que é o estágio da doença que apresenta sinais e fazem o portador buscar ajuda médica. Quando o paciente começa a sentir dificuldade de enxergar e esbarra em paredes ou tropeça em degraus, o glaucoma já avançou pois o paciente perde a visão periférica (enxerga o que está à frente, mas não vê o que está nas laterais).

Por isso é importante destacar que é imprescindível o acompanhamento oftalmológico anual, mesmo sem queixas de problemas oculares, principalmente os pacientes que têm acima de 40 anos. Os exames de fundo de olho e pressão ocular são simples e podem diagnosticar a doença de forma rápida e prática.

Quem tem casos de glaucoma na família deve ficar ainda mais atento pois a doença é, muitas vezes, hereditária. Quem for diagnosticado com a doença deve seguir corretamente o tratamento aconselhado pelo médico para que o problema possa ser controlado e o paciente possa manter a qualidade de vida o melhor possível.

Agenda agora sua consulta: clique aqui!